fbpx
27 setembro 2019 Produtos

Split de pagamentos: o que é e como funciona para marketplaces

Com um crescimento de 12% no primeiro semestre de 2019, segundo a Ebit/Nielsen, o comércio eletrônico brasileiro segue em alta. Porém, mesmo com o resultado positivo, é preciso entender a importância de adotar o split de pagamentos para um marketplace. 

Dentro desse cenário, o aumento no volume de pedidos foi de 20% contra 8% do ano anterior, o que ainda segundo a pesquisa não está associado à recuperação da economia, mas sim a um ‘êxodo’ para canais online, onde muitas vendas são efetuadas por marketplaces.

Para quem não sabe, marketplaces funcionam como ‘shoppings virtuais’, que reúnem diversos lojistas numa mesma plataforma, com o objetivo de unificar e otimizar a experiência de consumo entre compradores e fornecedores.

Desta forma, iremos explicar o que é o Split de pagamentos e como ele pode beneficiar marketplaces dentro do segmento de comércio eletrônico. Confira!

As vantagens do split de pagamentos

As vantagens do split de pagamentos para marketplaces são inúmeras. Além de dividir pagamentos de forma automática, ele evita a bitributação e aumenta o valor agregado da plataforma.

Em diversos segmentos do comércio eletrônico, sejam eles de produtos ou serviços, onde os pagamentos são efetuados através da plataforma de marketplace, já é possível perceber a importância de adotar um split de pagamentos.

Mas lógico, para alcançar um bom resultado com o split, é preciso estar integrado a uma plataforma de pagamento que possua as soluções necessárias para beneficiar tanto fornecedores quanto consumidores do seu marketplace, e desta forma, trazer mais valor agregado para o seu negócio.

É bem simples entender o funcionamento do split: quando um marketplace adota essa ferramenta em sua plataforma, sempre que um consumidor realizar um pagamento, o valor da compra é automaticamente dividido entre a plataforma e seus fornecedores. 

Sendo assim, o split de pagamentos só traz benefícios à toda cadeia de funcionamento da experiência de consumo nos marketplaces e permite gerar novas receitas.

Para fornecedores

As principais vantagens do split de pagamentos para fornecedores são: aumento do valor agregado, diminuição da burocracia e redução de custos operacionais.

A partir do momento em que o fornecedor passa a oferecer o seu produto ou serviço num marketplace que já possui a ferramenta, ele tem mais chances de fechar negócios, além de receber o pagamento de forma mais rápida e menos complicada.

Desta forma, fornecedor e marketplace passam a ganhar cada vez mais credibilidade por parte dos compradores e criar mais confiança na sua relação.

Além disso, o fornecedor ainda pode reduzir custos operacionais em processos bancários com a Conta de Pagamento. O próprio marketplace pode disponibilizar a criação de uma conta como essa, que diferente da Conta Corrente, não é gerida por um banco tradicional e permite que o fornecedor movimente seus recursos de forma legal e sem precisar gastar com bancos.

Para marketplaces

Adotar uma plataforma que possa gerir todo o processo de pagamento de ponta a ponta, não é algo fácil. Muitos CEOs só conseguem imaginar  que irão perder tempo e dinheiro para concluir todo o processo, mas a verdade é que com uma simples integração via API, ele deixa de ser manual para ser otimizado e sem custos com setup, e assim poder gerar novas receitas.

Para consumidores

Quando um consumidor tem à sua disposição uma infinidade de produtos e serviços em um só ambiente como num marketplace, para ele é essencial ter diversas opções de pagamento disponíveis, para que a sua experiência de encontrar o produto ou serviço no preço que procura seja tranquila e acessível.

Com isso, ele pode adquirir um produto ou serviço de um ou mais fornecedores, efetuando apenas um pagamento para todos de uma só vez e já dentro da própria plataforma.

Não perca mais tempo, o mercado de meios de pagamentos está mudando todos os dias.

Adote uma solução completa de pagamentos para seu marketplace, falando com um consultor  e saiba como tornar o seu negócio uma fintech.

Como se tornar Fintech