fbpx
Como se tornar um subadquirente com o seu marketplace
20 fevereiro 2020 Dicas

Como se tornar um subadquirente com o seu marketplace?

Se você quer saber como se tornar um subadquirente com o seu marketplace, provavelmente já vem buscando uma solução de pagamentos ideal para o seu negócio. 

Dentro do comércio eletrônico, grandes players do mercado como Magazine Luiza, Walmart, Netshoes, entre outros, já vêm operando na categoria de marketplace e atuando como liquidantes dos pagamentos, que acontece quando se recebe o valor integral por uma venda, mas só depois o repassa aos Sellers (lojistas que utilizam o marketplace).

Desta forma, o marketplace assume o papel de subcredenciador para os lojistas (algo que já vem sendo feito há muito tempo por subadquirentes) e nos faz concluir que subadquirentes e marketplaces são coisas ‘diferentes’. 

Reconhecer o potencial financeiro do seu negócio é o primeiro passo para gerar novas fontes de receita e entender como se tornar um subadquirente.

Se você está atento às mudanças do mercado de pagamentos e quer ser pioneiro em seu segmento, nós podemos te ajudar!

Vem com a gente!

A importância da parceria para se tornar um subadquirente ou fintech

Para abrir uma fintech ou se tornar um subadquirente, é interessante compreender um pouco do conceito de banking a as service. Você já ouviu falar? 

Quando um marketplace não tem a intenção de criar sua própria plataforma de pagamento, o ideal é formar parcerias que facilitem o processo de subcredenciamento.

Consequentemente, o marketplace se torna independente dos bancos tradicionais, podendo gerir todo o seu faturamento em um só lugar e se tornando fintech.

Atualmente, diversos marketplaces vêm integrando seus sistemas a plataformas de pagamentos através desse pensamento e criando suas próprias soluções.

Através de uma única integração via API, você se torna parceiro de uma plataforma de pagamento e o seu marketplace ganha mais valor agregado e tem toda uma plataforma white label à disposição. 

Nela você pode personalizar pagamentos com a sua marca e valorizar ainda mais o nome da sua empresa. Esse é um diferencial competitivo que funciona cada vez mais para empresas com clientes de nicho e possibilita até mesmo a criação de um novo mercado.

Se tornar fintech ou subadquirente não é transformar o seu negócio em algo que já existe, mas sim abrir um leque de oportunidades de ganho através das necessidades de seus clientes com relação aos pagamentos.

Se tornando uma fintech na prática

Vamos imaginar um marketplace onde os clientes podem contratar o serviço de diversos profissionais de limpeza. Porém, a maioria desses profissionais não possui uma conta em banco. Complicado, né?

Ao se tornar um subcredenciador, o marketplace passa a ofertar aos profissionais uma Conta de Pagamento, para que eles possam liquidar os pagamentos das transações feitas por clientes e repassar diretamente aos profissionais.

Dessa forma, os fornecedores não precisam recorrer a um banco tradicional para receber seus pagamentos e tudo é feito em um único ambiente, desde a divisão de pagamentos até a gestão de recebíveis.

Agora que você já sabe como se tornar um subadquirente, descubra como a parceria da Pagcerto pode te ajudar a aumentar o seu faturamento, construir a sua própria fintech e auxiliar no crescimento de seus fornecedores e clientes.